8.7.11

Tenho deixado o meu caderno de lado, abandonado o lápis, rejeitado as palavras. Rejeito apenas, o por quê eu finjo que desconheço. Eu não quero escrever para não ter que lembrar. Deixar como está, simples assim . . .


5 comentários:

Anonymous disse...

não gosto do seu blog. acho superficil e juvenil. coisa de adolescente sem causa. - Carlos fonseca.

AnaXimenes disse...

Antes de criticar, saiba usar as palavras certas e bons argumentos. E não é preciso escrever para agradar alguém, mas para expressar o que esta guardado ou sentindo. Escrever é muito mais do que você Carlos Fonseca ta pensando. ;)

Amiga, seu blog é lindo!E se você um dia escrever alguma bobagem nele, escreva mesmo assim e que seja de coração. Continue escrevendo para agradar você e não os outros. É seu dom, então use-o.
te amo friend *-*

Anonymous disse...

af, se num gostou sai daqui sua bichona!

Rafael Batista disse...

Rs. Oras, o que dizer!? Isso me lembrou uma música do Gil, chama Metáfora, o sr. Carlos Fonseca deveria de ouvir. Para uma crítica dessa deve-se escrever muito bem, ou entender muito de arte e crítica literária, pois o que vejo em jujubademelao.blogspot.com não é nada além de arte, literatura e sentimento. Convido então o sr. Carlos Fonseca para alguns debates histórico-literários e sobre arte. Tenho certeza que domina o assunto! Fico na espera.
Anna, como sempre seu blog continua ótimo. Sentimento, veracidade, sutileza e simplicidade. Caracteriza os grandes, e caracteriza você, sem mais.

Rafael Batista disse...

Ah, os fracos humilham para se sentirem fortes. Como foi o Gandhi que disse isso acho que merece mais crédito que o outro ai.