16.7.11

Sonho de inverno.

Eu estava triste! Não com você, imagina. Mas com o que haviam dito sobre você, coisas vindas de pessoas maldosas, perigosas. Me chateou porque eu sabia que não era verdade. Eu te conheço melhor que ninguém, como não poderia saber disso? Mentira, sim. Eu sei. Mas dilacerou meu coração, dilacerou porque foi a respeito de você. Meu ponto fraco, meu coração inteiro. E eu escrevia para afogar as magoas. Você todo irradiante e eu fingindo felicidade para você não se preocupar, para não ter que me forçar a contar o que estava acontecendo. Estava ferida, mas porque jogaram pedra em meu amor. Narrava uma história, mas não sei dizer  a respeito, embora  me  lembre que era uma história feliz, de um fim de tarde. De repente, eu parei de escrever e comecei a pensar. Pensar no quanto eu te amo, mas no mesmo instante que pensava, doía. Doía muito. Eu sentia que ia te perder, de alguma maneira e receava por isso. Quando dei por mim, estava chorando... e acordei com meus olhos molhados. Foi um sonho, um lindo e triste sonho, assim pensei. Meu relógio batia 3:37 da manhã, cedo demais. Eu poderia voltar a sonhar  com o desconhecido . . .

Anna Carolina Moratto.  

4 comentários:

- berg dantas disse...

"(...)porque foi a respeito de você. Meu ponto fraco, meu coração inteiro."

ô minina talentosa! *o*
adorei.

Hugo de Oliveira disse...

profundo...ótimo escrito.

abraços
de luz e paz

Felipe Braga disse...

Sei bem como é. Fica martelando, não é? Impondo presença.
O importante é que faça verão dentro de você, em qualquer estação. E que seja real.

Texto lindo, Annamô. Acho que você se emocionou, porque o texto tá emocionando.

Beijos.

Lucas d'lima disse...

Tenho que concordar com O Felipe, vc nasceu pra isso.
fico feliz por saber que você me emocionou.
bjos