4.10.11

Let it be!

Vem aqui. Se achegue.  Quero lhe dizer: Dou-te passe livre. Não perca seu tempo. Esse mundo a fora está recheado de mulheres te desejando. Não estou dizendo que não desejo, eu só preciso respirar. Quero entender o que está acontecendo aqui nessa fornalha de sentimentos, todos exasperados. Pegando fogo.  Entenda, por favor, não me leve a mal. Pense um pouco também e se for do seu interesse, me procure. Venha, mas que seja pra ficar. Conquiste-me. Tira este coração do marasmo. Financie delírios que depois eu pago, com juros e correções. Eu serei sua se você escolher ser meu. Venha, mas que tenha a certeza que irá valer à pena. Brincar não é apto da minha personalidade. Caso contrário, fique onde está. Por mim, tanto faz. Está declarado: Let it be! E meu bem, não se preocupe, a gente se encontra. Acredite. Seja em uma esquina qualquer ou nas festas dos nossos velhos amigos, a gente se encontra. E se caso um dia o eu e você, transformar-se em nós... você vai saber. Eu vou saber. 

"Eu faço uma mera rosa transformar-se em buquê, se você deixar."

Anna Carolina Moratto.

Um comentário:

Leona Poet. disse...

gostei do texto.