16.12.10

Rascunho.

-inicio do flashback-
Eu não entendo, por mais que eu tente fugir, você sempre aparece, seja em assuntos, citações, fotos, coincidências. Sempre estão ali, querendo saber o que eu acho e sinto em relação a você. Quanto mais eu me afasto, mais você se achega. Insistiu em saber tudo, e eu lhe contei. Será que não está satisfeito? Eu disse que não me importaria e eu realmente não deveria.  Só que sempre vêem me perguntar sobre você. Isso cansa sabia?!  Não existe sintonia, eu acho.  E todas as vezes que eu insisto em dizer que não gosto mais de você... mais insistem em dizer que você ainda mexe comigo  e que meus olhos ainda brilham ao te ver. 
- fim do flashback-

Esse texto estava no caderno de rascunhos e eu ainda tive que fazer um esforço para me lembrar a razão pelo qual foi escrito. Senti uma pontada de satisfação ao chegar no ponto final. Isso significa que tudo que eu senti por você, acabou. Paixões são assim, chegam feito um furacão, mas logo passa. E sabe, o bom de olhar  pra trás é que a gente percebe que superou e que no final, acabamos rindo daquilo que já nos fez triste um dia. E quanto a isso, eu não preciso de dizer mais nada. :)

Nenhum comentário: