14.4.12

A falta que alguém certo me faz.

Eu não vejo graça em ser de todos e não ser de ninguém. Não vejo mesmo. Qual a graça de pegar todo mundo e chegar no fim da noite e não ter ninguém pra te ligar ou mandar sms desejando boa noite? Não existe nenhuma graça nisso. Sinceramente, eu não nasci pro casual. Não nasci pra essa coisa de beijar por beijar, transar por transar. Francamente, meus pais não me deram uma boa educação para sair por ai me perdendo e me doando por homenzinhos meia-boca. Às vezes, me sinto uma peixinha fora d'água. Eu não deveria ter nascido nesse século. Eu sou da época do romantismo que amor é pra vida inteira. Mas olha só, onde eu estou vivendo? Um "foda-se" é mais sincero que um "Eu te amo". Isso machuca. Machuca a banalização do amor e afins. Machuca a banalização de tudo. Machuca porque eu ainda acredito no amor verdadeiro. Acredito que o que vem de dentro ainda é mais importante que o que vem de fora!

Tudo isso me faz pensar no quanto alguém certo faz falta.  Os caras que eu conheço, na grande maioria, ou são babacas demais ou são canalhas demais. Que tédio! Quando é que acharei um diamantezinho  no meio de tanta bijuteria vulgar? Me diiiiz!  Se você soubesse o quanto a falta de alguém interessante me faz . . . Eu preciso de alguém que suporte todos os meus ataques de histerelismo e que não me julgue por ser tão gay, tão estupefata, tão escandalosa, tão nojenta. Alguém que entenda minha dupla personalidade que ora é apaixonada, atenciosa, legal, fofa e meiga ora é cínica, petulante, idiota, seca e desprezível. Alguém que acalme a minha tempestade, amorteça o meu hiperativismo, desative as minhas bombas - relógios que estouram a cada cinco minutos. Alguém que ouse, mesmo que sem sucesso, me domar. Só pelo prazer de ousar. Alguém que me desafie, que me tire do sério todas as manhãs, mas que me dê todo o amor do mundo todas as noites. É tudo tão simples! Eu sou mulher de um homem só. Só que a mulher do homem que aguentar acirradamente o tranco de me amar.

Cá entre nós, não acho nenhum pouco legal pessoas que acham que ser solteira é a melhor coisa da vida, só é a melhor coisa quando você não tem alguém incrível ao seu lado. Até os mais cachorrões de todos os cachorrões, no fundo, quer encontrar alguém pra chamar de "minha". Ninguém quer ser sozinho quando se pode ter alguém pra compartilhar. A questão é: Achar esse alguém. Eu analiso tudo em um homem, mas poucos me agradam. Poucos me servem. É sempre muito o que eu quero e é sempre muito pouco o que podem me oferecer. Então, é preferível ser feliz sozinha porque ter mais dor de cabeça do que massagem nos pés, não é relaxante. É perda de tempo.
  Anna Carolina Morato.

3 comentários:

Karoline Ferreira disse...

Nossa, que texto maravilhoso. Fiquei um tempo sem vir aqui, e confesso que depois desse texto, valeu a pena voltar. "Ninguém quer ser sozinho quando se pode ter alguém pra compartilhar" Continue tocando as pessoas através de suas sinceras palavras! Beijo jujuba linda.

Jéssica R. Alves *-* disse...

Aii, Anna.. Lindo o seu texto !
Me veio na ideia de dar uma passada por aki hoje (como faço as vezes), e leio esse texto lindo ... Amei, Amei mesmo! Beijos . Sdds

Prii ; disse...

Me vi tanto no texto, romantismo não é mais o mesmo, garotos não são mais os mesmos, amor não é mais o mesmo.

Fiquei um tempo sem vir aqui, mas sem dúvidas, o blog continua lindo e muito bem escrito como sempre :3