8.2.11

Eu não moro na sua vida.

Uma boa noite de sono, um banho quente pela manhã. O dia de hoje tinha quase tudo para ser considerável. Assim que entrei na escola, alguém me parou e disse que precisava me dizer algo, tudo bem. Ouvi atentamente, agradeci e segui rumo a sala. Se a sua intenção era fazer suas palavras chegarem até mim, o meu aplauso, já foram entregues ao destinatário. Só me pergunto qual a razão, porque eu a desconheço. É desnecessário, embora me deixou perplexa, confusa, intrigada. Caso seu plano seja chamar a minha atenção, esquece. Eu não sou orgulhosa, eu só não corro atrás e quem sabe não seja essa caracteristica que faça eu deixar tudo na minha vida, passar, simplesmente. - isso não vem ao caso agora -  Chicoteou a minha mente de uma forma tamanha que até tentei dormir um bocadinho para amenizar os pensares, mas acabei sonhando. Que sina a minha. A questão é que eu não moro na sua vida, e nada do que você faz, me interessa. O meu único desejo é que você esteja bem, nada mais. Em pensamento, te beijo no rosto e  peço: não faça isso novamente!

2 comentários:

Ju. disse...

entendi cada palavra. e sei o que é isso. não morar mais na vida de alguem.

Ju. disse...

ps. te seguindo no twitter.