4.6.10

Eu decidi te procurar :~

passado - recente.

"De todas as coisas que poderiam ser escondidas, eu preferi esconder você. Parece difícil entender, mas é assim que tem que ser. Até que chegue um dia no qual eu não me lembre o lugar onde você foi escondido, então ai eu vou ter duas opções : ou eu te procuro ! ou eu te deixo morrer e sigo em frente :) .E então eu só vou poder escolher uma dessas opções quando esse dia realmente chegar, caso contrario, não posso concluir nada"


presente - novamente.

Quando eu tomei essa decisão, eu sabia que a opção mais valida seria : " eu te procuro! "
Só que mesmo assim eu quis ver até onde eu iria, quis ver se eu era capaz mesmo de te deixar partir como sempre falei. E por um momento eu realmente acreditei que você tinha morrido e que eu não precisava mais me preocupar. Puro engano! Eu nunca deixei você, nem por um segundo. Argumentava sempre contra mas na verdade não era nada daquilo que eu dizia ser.E as vezes eu só queria entender o porque de ser sempre você, você e mais você.Parece que meu coração não cansa, calejo tanto e ainda permite que você viva nele. Eu poderia dizer que isso sim é amor ou eu poderia dizer que isso é só a minha utopia.

2 comentários:

Daniela disse...

Eu sempre me identifico um pouco com seus textos :D
Seu blog ta lindo, anna.
Essas coisas são assim mesmo... leva tempo para se construir algo novo :s

bjoos

Lucas Guedes disse...

É sempre tempo de resgatar o que foi perdido. A não ser que isso machuque !
gostei do "Little Ann." ;D
beijos ;*