6.7.10

fica assim, perto de mim.

Já tinha um pensamento sobre o que fazeria logo mais a noite, mas ainda continuava indecisa.Passou o dia inteiro sem saber se deveria ir e com que roupa deveria ir. Embora não fosse nenhuma ocasião especial , ela tinha que estar linda.Ela precisava disso, dizia para si mesma. Quando estava perto da hora combinada, decidiu-se. Abriu guarda-roupa, gavetas e foi em busca de uma roupa que a deixasse elegante. Escolheu , escolheu e acabou colocando aquela blusa azul- claro que amava usar e que sem duvidas, deixava- a maravilhosa. Sua mãe a viu e disse que estava linda embora tivesse que se trocar pois fazia frio lá fora. Indignada ela trocou." Não está frio, eu não estou com frio ", dizia ela um pouco irritada. Teve que se conformar e colocou sua túnica.
"Pronto, essa mesma! Estou ótima", pensava consigo mesma enquanto arrumava alguns detalhes finais. Seu pai levou-a enquanto ela fazia as ligações para suas amigas. Chegou um pouco atrasada,mas suas amigas entenderam o motivo. Cumprimentaram-se e entraram. Encontraram a galera e ficaram por ali mesmo. Ela estava um pouco inquieta,observava todos que passavam na sua frente e quando resolveu olhar pro lado, assustou!
" Ele aqui, mas como assim? o que ele faz aqui? será que irá me comprimentar? ",isso era tudo que conseguia pensar.
Se arrumou um pouco ,não esperou que ele a comprimentasse e já foi logo gritando : hei !
Ele foi de encontro e a comprimentou com um beijo no rosto , um abraço, e saiu.Disse que precisava encontrar os amigos.
" Tudo bem, vai lá ", foi o que conseguiu responder com um meio-sorriso.
Aquilo a deixara toda desconcertada, não esperava aquela reação!
Pensava que ele daria um pouco mais de atenção pelo fato de nunca se encontrarem.
Mas NÃÃÃO! Ele não deu nenhuma dose de atenção como de costume.Começou a se lembrar da maneira como ele a tratava e como ela sempre o tratou. Não pode controlar, nem queria entender mas agora era ela que queria dar a devida atenção embora ele a ignorasse, talvez nem se importasse mais...

- É só um conto, ou não :D

3 comentários:

Larissa disse...

Acho que não é um conto não, hein?! HAHA conheço BEM essa história e sei que você se baseou na sua vida. Achei que tivesse um Adeus no post anterior, anyway.
Sinto sua falta.

Beijos.

Layana. disse...

O pior é quando nos enchemos de expectativas, mas nunca acontece o que gostariamos que acontecesse.
Parabéns pelo conto! Gostei bastante

Maiara disse...

Gostei muito! Faz parecer com a gente sinta a expectativa que ela sente por esperar o cumprimento dele. Adorei.
Te seguindo.
Beijos